Carta PreFISL15 Amazônia

Topo_Pre-FISLAM_958x116Belém, 11 de Abril de 2014.

AMAZÔNIA

Segurança e Privacidade: O Software Livre contra a espionagem.

A nossa persistência de povo amazônico tem nos colocado frente a frente com muitos desafios. É verdade que a Amazônia vem insistentemente sendo motivo de nossas preocupações com a permanente devastação promovida pelo capital ganancioso. Defender a floresta não pode ser visto apenas como mero desejo de ativistas românticos e utópicos. Enfrentar a defesa e preservação da Amazônia é uma necessidade premente.

A amazônia tem sido espaço de relações sociais envolvendo inúmeros seguimentos em sua complexa formação geo-estratégica. Neste Pré-Fórum Internacional de Software Livre Amazônia, que se realizou nos dias 10 e 11 de Abril do ano de 2014, dialogamos com diversas comunidades buscando apontar quais são as nossas perspectivas para o desenvolvimento do país através da adoção das tecnologias livres e de códigos abertos.

A aprovação do Marco Civil da Internet pela Câmara dos Deputados, foi um grande passo para a comunidade de TI, mas o debate ainda necessita passar no Senado brasileiro. Não há como dissociar a defesa da Amazônia da defesa da Internet livre, pois ambas são bandeiras importantes do povo amazônico.

SOMOS insistentes por quê já estamos há três décadas buscando convergir atores sociais e políticos para que nosso Estado, como parte integrante da Amazônia, deixe de ser tratado como quintal do desenvolvimento em Educação, Ciência e Tecnologia. Reviver os fatos é preciso! Fazem 30 anos que lutamos pela construção do Pólo de Desenvolvimento de Software.

SOMOS insistentes, pois a partir do engajamento das comunidades paraenses, onde podemos afirmar que o Software Livre tem um legado significativo, realizamos seis fóruns paraenses de software livre tendo como entidade construtora a Sociedade de usuários de Computadores e Telecomunicações – SUSECU-Pará, em conjunto com as comunidades de software livre e o Sindicato dos Trabalhadores em Tecnologias da Informação do Pará – SINDPD-PA, importante entidade de luta em prol dos interesses da categoria de TI do nosso estado.

SOMOS insistentes, pois a partir do nosso engajamento foi possível a realização do Congresso Internacional de Governo Eletrônico e Software Livre – CONSEGI e, o Terceiro Fórum Brasil Internet.

O Pré FislAmazônia teve como tema Segurança e Privacidade, temática muito em voga nestes tempos de espionagem. É necessário abolir toda forma de preconceito contra o Software Livre, pois somente com a adesão de tecnologias livres é possível auditar os sistemas que contenham códigos maliciosos. Precisamos continuar trabalhando por uma sociedade onde a liberdade do conhecimento, do compartilhamento das informações seja uma verdade absoluta, transformadora e libertadora.

Por ocasião deste evento, compartilhamos o conhecimento democrático do Instituto Federal de Educação, Ciência, Inovação e Tecnologia do Estado do Pará realizando o Pré Fórum Internacional de Software Livre da Amazônia, firmando compromissos entre as instituições parceiras. Esta CARTA tem como objetivo reafirmar a principal razão de ser das tecnologias de código aberto - que é o trabalho colaborativo. Portanto, queremos deixar em nossas sinceras intenções de colaboração e compartilhamento as seguintes pactuações:

- A ASL.Org, SERPRO, Comunidade LibreOffice e o IFPa envidarão esforços para prospectarem e implementarem um Projeto de compartilhamento e colaboração na adoção da Suite de Escritório LibreOffice,

-A ASL.Org, Comunidade LibreOffice e as comunidades de software livre paraense apresentarão para aprovação na câmara de vereadores e Assembléia Legislativa do Estado do Pará o projeto ODF (Padrão Aberto de Documentos),

-A ASL.Org e as comunidades paraenses indicam que para este segundo semestre de 2014, buscarão a realização do projeto do Fórum Amazônia da Revista Espirito Livre. Esse espaço deve propiciar mais uma iniciativa em formação de mídias gráficas, com a possibilidade de agregar ativistas e profissionais da comunicação.

Finalmente, conclamamos o IFPa para pactuarmos um termo de convênio de colaboração e compartilhamento voltada ao projeto software livre. Além disso, objetiva a realização do Pré-Fisl 16, edição Amazônia, no ano de 2015, que deve acontecer com antecedência de trinta dias do Fisl 16.

Projeto Document Liberation

Seja o verdadeiro dono de seus documentos!

Berlim, 2 de abril de 2014 – a Document Foundation (TDF) anuncia o nascimento do Document Liberation Project (http://www.documentliberation.org), um lar para a crescente comunidade dos desenvolvedores unidos na libertação do conteúdo dos documentos dos usuários das correntes e amarras dos vendedores de software (vendor lock-in). Juntos, estes hackers oferecerão uma solução ao problema rotineiro enfrentado por muitos usuários, que tem seus documentos digitais armazenados em formatos de arquivos antigos, ultrapassados e inacessíveis.

“Frequentemente, estes arquivos antigos não podem mais ser abertos por nenhuma aplicação. De fato, os usuários estão separados de sua produção intelectual, e o motivo mais comum da incapacidade de acessar dados antigos conteúdo é a utilização de formatos de arquivo proprietários que resulta na dependência do fornecedor (vendor lock-in), afirmou Fridrich Strba, lider do Projeto Document Liberation. “Pior, quando a administração pública armazena documentos no formato proprietário ou não documentado, involuntariamente restringe o acesso a informações essenciais aos cidadãos, serviços públicos e da iniciativa privada. É surpreendente saber que até mesmo os governos podem ser incapazes de abrir seus próprios arquivos depois de uma atualização de seu sistema operacional e de suite de escritório”, completou.

O Projeto Document Liberation foi criado na esperança que possa dar poderes ao indivíduos, organizações e governos para recuperar seus dados em formatos proprietário e fornecer mecanismos de transição dos dados para formatos de arquivos abertos, devolvendo o controle efetivo sobre o conteúdo das empresas de software para os verdadeiros autores.

Desde a criação do LibreOffice em 2010, vários membros da comunidade comprometeram-se a melhorar a interoperabilidade de formatos com as aplicações proprietárias. Animados com o interesse da comunidade, mesmo fora do projeto Libreoffice, os desenvolvedores trabalharam até agora no suporte de leitura de formatos de arquivos proprietários como o MS Visio, CorelDraw, MS Publisher, Apple Keynote, e um monte de formatos antigos do MacIntosh. Além do LibreOffice, as bibliotecas de importação para estes formatos são usados pelos projetos Abiword, Calligra, CorelDRAW File Viewer, Inkscape e Scribus.

A missão do Projeto Document Liberation é atrair desenvolvedores do mundo do software livre para colaborar com os desenvolvedores do LibreOffice, fortalecendo as relações existentes e forjando novas com todos os que compartilham o mesmo objetivo no campo dos formatos de arquivo. O objetivo é contribuir para o ecossistema de formatos abertos, fornecendo ferramentas poderosas para a conversão de formatos proprietários nos seus equivalentes do formato ODF (ISO 26300 e ABNT-NBR 26300).

Para mais informações: http://www.documentliberation.org/contact/.

DLP02

Apoie o LibreOffice

Os usuários do LibreOffice, promotores do software livre e membros da comunidade podem apoiar a Document Foundation com uma doação pelo site http://donate.libreoffice.org. Os valores doados serão utilizados para crescer o projeto a nível global e nos países.

Sobre a The Document Foundation (TDF) e o LibreOffice

A The Document Foundation é uma organização independente, auto-administrada e meritocrática, baseada no caráter Software Livre e registrada na Alemanha como uma entidade sem fim lucrativos. A TDF é focada no desenvolvimento do LibreOffice – sem dúvida a melhor suíte livre para escritórios – escolhida pela comunidade global como o herdeiro legítimo do OpenOffice.org, e como tal, adotada por um número crescente de administrações públicas, corporações, pequenas e médias empresas para edição de documentos

A TDF é acessível a indivíduos e organizações que concordem com seus valores e que participem de suas atividades. No fim de janeiro de 2014, a fundação tinha mais de 190 membros e mais de 3000 contribuidores mundo afora.

Contato com a Imprensa

Florian Effenberger (sediado próximo a Munique, Alemanha, UTC+1)
Telefone: +49 8341 99660880 – Celular: +49 151 14424108
E-mail: floeff@documentfoundation.org

Eliane Domingos de Sousa (sediada no Rio de Janeiro, Brasil, UTC-3)
E-mail: elianedomingos@documentfoundation.org

Italo Vignoli (sediado em Milão, Italia, UTC+1)
Celular: +39 348 5653829 – E-mail: italo.vignoli@documentfoundation.org – Skype: italovignoli – GTalk: italo.vignoli@gmail.com

Tradução e edição: Olivier Hallot

Comunidade LibreOffice no FLISOL 2014

banner2014-ptbr

Comunidade LibreOffice marcará presença no FLISOL 2014, que será realizado no dia 26 de abril (sábado). O FLISOL é um evento Internacional, realizado anualmente, e que ocorre de forma simultânea em diversas cidades da America Latin. O Flisol é um evento descentralizado, onde diversas comunidades organizam e realizam seu festival, de forma voluntária, tendo como principal objetivo promover o uso de software livre, apresentando sua filosofia, alcance, avanços e desenvolvimento ao público em geral.

No Rio de Janeiro, em Niterói, a palestrante Eliane Domingos, que apresentará o case da revista eletrônica  LibreOffice Magazine.

Em Brasilía, o palestrante Henderson Matsuura Sanches, que apresentará o LibreOffice.

Quer saber mais sobre este grande evento? Veja se na sua cidade vai ter o FLISOL. Acesse o site oficial: http://flisol.info/FLISOL2014/Brasil

Fonte sobre o FLISOL: http://pt.wikipedia.org/wiki/Flisol

Adiamento II Encontro Nacional do LibreOffice

A Comunidade LibreOffice Brasil informa que o II Encontro Nacional do LibreOffice agendado para o mês de abril de 2014, será adiado para os dias 26 e 27 de setembro de 2014. O motivo principal são os altos custos operacionais praticados atualmente em decorrência da Copa do Mundo. O Estado de São Paulo foi escolhido para a realização do II Encontro. O local do evento será divulgado em breve”.

II-ENCONTRO-NACIONAL

 

Chamada para Colaboração LibreOffice Magazine Edição 10

chamada-trabalho-libreoffice-magazine-abril-2014

A próxima edição da revista eletrônica LibreOffice Magazine será lançada no mês de abril de 2014.  Se você tem interesse em escrever para a revista sobre os temas LibreOffice, ODF ou temas relacionados a softwares de código aberto, envie o seu texto por e-mail até o dia 31 de março de 2014 para o endereço: redacao@libreoffice.org

O formato do arquivo texto a ser enviado deve estar em formato aberto (ODF) e o mesmo deve conter a foto e o minicurrículo do autor. Não aceitaremos o arquivo texto em outro formato.

Se você tem interesse em divulgar algum evento de Software Livre em nossa revista, você deve enviar o arquivo em formato PNG ou JPG com resolução mínima de 100 DPI, até o dia 31 de março de 2014 para o e-mail: revista@libreoffice.org. Consulte-nos sobre os tamanhos do anúncio.

Onde baixar a LibreOffice Magazine? http://pt-br.libreoffice.org/projetos/revista/

LibreOffice Magazine 9

capa-09

Bom para tudo, bom para todos

A cada atualização do LibreOffice e descobrindo o que é possível fazer com ele através dos artigos e dicas que veiculamos a cada bimestre, não podemos deixar de parafrasear o slogan de uma entidade bancária, acrescentando mais alguma coisa: “O LibreOffice é bom para tudo e é bom para todos”.

Convite de casamento, planilhas com qualidade, sublinhado colorido em textos, prefixo personalizado para novas planilhas, remover fundo branco de imagens JPEG, são as dicas e tutoriais do LibreOffice escritas por pessoas que apoiam a ferramenta e que, não se furtam de repassar conhecimento e que nos permitem perceber a qualidade e facilidade de se trabalhar com essa ferramenta. Além de estar constantemente em desenvolvimento, como você pode ver no artigo sobre as novidades da versão 4.2, tem fãs que não se abstêm de dar o seu recado, na nova seção que você verá nessa edição. “Dê o seu recado” é para dizer o que de bom você percebe no LibreOffice.

E além de usuários satisfeitos, temos um artigo sobre um projeto de Estado, que possibilitou ao LibreOffice ser homologado como aplicativo padrão a ser utilizado nos órgãos de governo do Rio Grande do Sul. Aos alunos e pesquisadores que necessitam acessar plataformas de artigos científicos apresentamos o Zotero – um plugin para os navegadores Firefox e Chrome e que se integram ao LibreOffice para criar e organizar bibliotecas de artigos virtuais, além de gerar referências bibliográficas, de acordo com os critérios da ABNT.

E um assunto do momento é tratado com a apresentação da Linux Sociall – uma rede social verde e amarela para amantes de software livre. E ao ler o artigo “As impressões de um novato sobre o RapsberryPi”, creio que vai despertar em você – como aconteceu comigo, a vontade e curiosidade de montar esse computador do tamanho de um cartão de crédito.

Você acha que a internet é vital para a democratização das comunicações? Leia o artigo que aborda esse tema e tire suas próprias conclusões. E para quem precisa de uma ferramenta para facilitar o gerenciamento de projetos, e que possibilite seguir as práticas do PMBOK apresentamos o ProjetLibre, que como o nome sugere, é software livre.

Aos colaboradores desta edição, citados no box ao lado, agradecemos por mais esse lançamento.

Vera Cavalcante

Download edição 09: https://pt-br.libreoffice.org/assets/Uploads/PT-BR_imagens/Magazine/LM-ED09.pdf

Download demais edições: http://pt-br.libreoffice.org/projetos/revista/

 

O Novo Conselho Diretor da Document Foundation

Berlim, 19 de Fevereiro de 2014 – A Document Foundation (TDF) anuncia a posse de seu novo Conselho Diretor, para o período de 18 de Fevereiro de 2014 a 17 de fevereiro de 2016. Os membros eleitos na ordem de sua votação são: Thorsten Behrens (independente), Eliane Domingos de Sousa (independente), Michael Meeks (Collabora), Fridrich Strba (independente), Adam Fyne (CloudOn), Joel Madero (independente) e Bjoern Michaelsen (Canonical). Os suplentes eleitos são, pela ordem de votação: Andreas Mantke (independente), Eike Rathke (Red Hat) e Norbert Thiebaud (independente).

O conselho elegeu Thorsten Behrens como seu Presidente e Eliane Domingos de Sousa Vice-Presidente.. Além disso, Florian Effenberger foi promovido a Diretor Executivo, com a responsabilidade de ajudar o Conselho Diretor a coordenar e controlar as atividades da fundação.

“O novo Conselho Diretor oferece um bom equilíbrio entre a herança do OpenOffice.org e o novo espírito do LibreOffice, com vários conselheiros representando ambas as tendencias do projeto. Acrescente-se a cobertura geográfica ampliada em relação ao conselho anterior com seis europeus, três das Américas, e um do Oriente Médio”, comentou o Presidente da TDF Thorsten Behrens.

Desde primeiro de janeiro de 2014, a Document Foundation tem mais de 190 membros e milhares de voluntários pelo mundo. Os projeto é apoiado por muitas empresas e organizações com assento no Conselho Consultivo: AMD, CloudOn, Collabora, Free Software Foundation, Freies Office Deutschland e.V., Google, Intel, King Abdulaziz City for Science and Technology (KACST), Lanedo, MIMO (Inter-Ministry Mutualisation for an Open Productivity Suite), Red Hat, Software in the Public Interest (SPI), Studio Storti e SUSE.

Tradução voluntária: Olivier Hallot

LibreOffice Conference 2014 em Berna, Suíça, de 2 a 5 Setembro de 2014

Tradução voluntária: Alexandre Vicenzi

Berlim, 13 de Fevereiro de 2014 – A The Document Foundation (TDF) anuncia que a LibreOffice Conference 2014 será organizada em conjunto pela Swiss Open Systems User Group (CH Open, http://www.ch-open.ch) e o Centro de Pesquisa para Sustentabilidade Digital do Instituto de Sistemas de Informação da Universidade de Berna (http://www.iwi.unibe.ch/content/index_eng.html), e será sediado na Universidade de Berna, de 3 a 5 de Setembro de 2014.

river-aare-bern

Além disso, em 2 de Setembro a comunidade LibreOffice estará junta para várias reuniões presenciais: Conselho de Administração, Comissão de Coordenação de Engenharia e do Comitê de Certificação. Durante a semana do evento, a TDF organizará também a primeira sessão de treinamento de certificação para migração e formação de candidatos.

Berna é a capital da Suíça e o centro de sua administração pública, onde várias decisões políticas e governamentais são tomadas. Berna está inscrita no patrimônio cultural mundial da UNESCO desde 1982 por conta de seu patrimônio histórico medieval.

“Sediar a LibreOffice Conference na cidade de Berna melhorará certamente a divulgação do Software Libre na Suíça, e espero que desencadeie o processo de migração das administrações públicas, o que já teve início na França, Alemanha e Itália”, disseram Nicholas Christener e Mattihias Stürmer, líderes do comitê de organização.

Apoie a The Document Foundation

Usuários do LibreOffice, ativistas do software livre e membros da comunidade podem apoiar a The Document Foundation com uma doação pelo link http://donate.libreoffice.org. Os fundos arrecadados serão usados para aumentar a infraestrutura e apoiar atividades de marketing visando aumentar a divulgação do projeto, ambas em nível local e global.

Link para o blog da The Document Foundation: http://tinyurl.com/c4tdc6k

Sobre a The Document Foundation (TDF) e o LibreOffice

A The Document Foundation é uma organização independente, autoadministrada e meritocrática, baseada no caráter Software Livre e registrada na Alemanha como uma entidade sem fim lucrativos. A TDF é focada no desenvolvimento do LibreOffice – sem dúvida a melhor suíte livre para escritórios – escolhida pela comunidade global como o herdeiro legítimo do OOo, e como tal, adotada por um número crescente de administrações públicas, corporações, pequenas e médias empresas para edição de documentos.
A TDF é aberta para indivíduos e organizações que concordam com os valores fundamentais e contribuem para as suas atividades. Até o fim de Janeiro de 2014, a fundação possuía mais de 190 membros e mais de 3,000 contribuidores voluntários mundiais.

Contato com a Imprensa

Florian Effenberger (sediado próximo a Munique, Alemanha, UTC+1)
Telefone: +49 8341 99660880 – Celular: +49 151 14424108
E-mail: floeff@documentfoundation.org
Eliane Domingos de Sousa (sediada no Rio de Janeiro, Brasil, UTC-3)
E-mail: elianedomingos@documentfoundation.org
Italo Vignoli (sediado em Milão, Italia, UTC+1)
Celular: +39 348 5653829 – E-mail: italo.vignoli@documentfoundation.org – Skype: italovignoli – GTalk: italo.vignoli@gmail.com

Fazendo o simples e o certo: LibreOffice na assinatura dos e-mails

por Gustavo Pacheco

Desde muito tempo se sabe que algumas ações na adoção do padrão ODF e do LibreOffice são extremamente simples e eficientes. Algumas delas dependem da alta gestão da organização que, quando ciente da importância da sua atuação, pode desmitificar eventuais receios na implementação do projeto.

Um deles é imaginar que o envio externo de arquivos no formato ODF será sempre um problema já que a maioria das pessoas ainda não conhece ou usa o LibreOffice. Embora essa seja uma justificativa frágil para prejudicar o andamento de uma migração, é adequado não dar margem para que isso se torne um fator crítico mais adiante.

Como já comentei anteriormente nos artigos abaixo,

Prisma e cartão de referência do LibreOffice 4.x
Agora é pra valer: LibreOffice é o aplicativo padrão do Estado do Rio Grande do Sul

a Secretaria-Geral de Governo (SGG) do Rio Grande do Sul está finalizando a sua implamentação do ODF/LibreOffice. Entre os últimos detalhes, está justamente a publicação do Memorando n.º 08/2014 que define a nova assinatura dos e-mails da secretaria com a recomendação de utilização do LibreOffice para a abertura de arquivos ODT, ODS e ODP.

A mensagem para o destinatário é clara: ao enviar um documento no padrão ODF, a SGG nada mais faz do que cumprir a lei estadual 14.009/2012 e, caso o destinatário não tenha como abrir imediatamente o arquivo, basta instalar o LibreOffice.

Para ler o memorando n.º  08-2014 na íntegra, clique aqui.

LibreOffice 4.2: Foco no desempenho, interoperabilidade e na integração com o Microsoft Windows

BfQbBqOCMAAJMAT

Berlim, 30 de janeiro de 2014 – A Document Foundation anuncia o LibreOffice 4.2, uma nova versão destinada a usuários avançados e uma etapa significativa para a melhor suíte de escritório livre. O LibreOffice 4.2 apresenta um grande número de melhorias de desempenho e interoperabilidade, direcionadas a usuários de todos os tipos, mas especialmente atraente para usuários avançados e corporativos. Além disso, a integração com o Microsoft Windows recebeu significativas melhorias.

A planilha Calc passou pela maior refatoração de código de sua história, dando enorme ganho de desempenho para big data (especialmente ao calcular valores de células, assim como na importação de planilhas XLSX grandes e complexas), enquanto um novo interpretador opcional de fórmulas permite cálculos maciços de células em paralelo, usando a placa gráfica do computador (GPU) com biblioteca OpenCL. Este último funciona melhor com uma arquitetura de sistema heterogênea (HSA), como o novo chip AMD Kaveri APU recém lançado.

A interoperabilidade de mão dupla melhorou consideravelmente com o formato Microsoft OOXML, particularmente para DOCX, bem como o formato legado RTF. Também foi acrescentado um novo filtro de importação para documentos AbiWord e Apple Keynote.

O LibreOffice 4.2 oferece duas melhorias específicas para usuários empresariais com o Windows: Uma caixa de diálogo de instalação simplificada, para reduzir possíveis erros de instalação, e outra com a capacidade de gerenciar de forma centralizada e trancar a configuração com Group Policy Objects, via Active Directory. Todos os usuários se beneficiarão de uma melhor integração com o Windows 7 e com o Windows 8, com miniaturas de documentos abertos agora agrupadas por aplicação e uma lista de documentos recentes, ambas exibidas na barra de tarefas.

Usuários corporativos em todas as plataformas gostarão da nova “Janela de Configuração Avançada”, adicionada na guia “Avançado” nas “Opções”. Este recurso pode ser facilmente desativado para grandes instalações com usuários intermediários.

O LibreOffice 4.2 oferece uma nova tela “Iniciar”, com um layout mais limpo e que aproveita melhor o espaço disponível – mesmo em telas pequenas – e mostra uma miniatura dos últimos documentos trabalhados.

Sobre a mobilidade, o LibreOffice oferece agora um controle remoto do Impress para iOS, além daquele oferecido para o Android – que permite visualizar e gerenciar a condução de uma apresentação a partir da tela do iPhone ou do iPad. O App está nesse momento em revisão pela Apple, e será anunciado assim que estiver disponível no iTunes Store.

O LibreOffice 4.2 é a primeira suíte de escritório livre a embarcar a nova funcionalidade de acessibilidade do Windows, desenvolvida pela IBM e baseada no IAccessible2. Este recurso é no momento considerado experimental para essa versão, mas substituirá as ferramentas legadas de acessibilidade baseadas no Java na próxima versão maior.

A interface do LibreOffice segue passando por uma significativa limpeza e remodelagem a mais de 70% das caixas diálogos, agora renovados e com muitos ajustes para a interface do usuário. Esta versão também inclui um belo e novo tema de ícones sem relevo – Sifr – e um conjunto atualizado de estilos de documentos padrão.

Todos os novos recursos do LibreOffice 4.2, incluindo os que não estão aqui relacionados, estão resumidos em uma página web: link.

Conheça a comunidade

No início de fevereiro, a comunidade LibreOffice se reunirá na FOSDEM 2014 em Bruxelas, onde os desenvolvedores apresentarão na Open Document Editors DevRoom as melhores e mais recentes melhorias do LibreOffice, quando também outros voluntários e defensores do software livre se reunirão no estande do LibreOffice.

No início de março, a Document Foundation terá um estande do LibreOffice 4.2 na CeBIT, em Hannover. Hall 6, Estande H14.

Baixando LibreOffice

LibreOffice 4.2 já está disponível para download no seguinte link: http://pt-br.libreoffice.org/baixe-ja/ . Extensões para LibreOffice estão disponíveis no seguinte link: http://extensions.libreoffice.org/extension-center.

Changelogs estão disponíveis em
https://wiki.documentfoundation.org/Releases/4.2.0/RC1 (Versão 4.2.0.1),
https://wiki.documentfoundation.org/Releases/4.2.0/RC2 (Versão 4.2.0.2) e
https://wiki.documentfoundation.org/Releases/4.2.0/RC3 (Versão 4.2.0.3).

Colabore com a Document Foundation

Usuários do LibreOffice, embaixadores de software livre e membros de comunidades podem apoiar a Document Foundation com doações em http://donate.libreoffice.org.
Os valores doados serão utilizados para o crescimento da sua infraestrutura, para apoio das atividades de marketing e para aumentar a conscientização sobre o projeto, tanto a nível global como local.

Graças ao esforço de várias comunidade nativas e dos voluntários, este press-release também está disponível em árabe, holandês, francês, galego, alemão, italiano, japonês, português do Brasil, esloveno, espanhol e turco nesta página: http://blog.documentfoundation.org/libreoffice-4-2/ Ofereceremos outros idiomas futuramente.

Link para o blog da Document Foundation: http://blog.documentfoundation.org/

Sobre a Document Foundation

The Document Foundation é uma organização aberta, independente, autogovernada, meritocrática, montada sobre os dez anos de trabalho dedicados para a comunidade OpenOffice.org. A TDF foi criada na crença de que a cultura de uma fundação independente agrega o melhor dos esforços de empresas e de voluntários, produzirá a melhor suíte de escritório. A TDF está de braços abertos a qualquer indivíduo que concorde com seus valores primordiais, que contribua com suas atividades, e recebe calorosamente a participação de empresas, por exemplo, através de alocação de pessoal que trabalhe de igual para igual com os demais contribuidores da comunidade. Desde 30 de outubro de 2013, a TDF tem 170 membros e mais de 3000 voluntários e contribuidores ao redor do mundo.

Contato para Imprensa

Florian Effenberger (sediado em Munique, Alemanha, UTC+1)
Fone: +49 8341 99660880 – Celular: +49 151 14424108
E-mail: floeff@documentfoundation.org

Charles H. Schulz (sediado em Paris, França, UTC+1)
Celular: +33 6 98655424 – E-mail: charles.schulz@documentfoundation.org

Eliane Domingos de Sousa (sediado no Rio de Janeiro, Brasil, UTC-3)
E-mail: elianedomingos@documentfoundation.org – Skype: elianedomingos

Italo Vignoli (sediado em Milão, Italia, UTC+1)
Celular: +39 348 5653829 – E-mail: italo.vignoli@documentfoundation.org
Skype: italovignoli – Gtalk: italo.vignoli@gmail.com